Ejaculação precoce: Tudo o que você precisa saber

Ejaculação Precoce TratamentoUm grande tabu ainda entre os homens, a ejaculação precoce pode realmente atrapalhar a vida sexual de muitas pessoas. Afinal de contas, estima-se que um a cada três homens apresentam sintomas relacionados a esse problema.

Entretanto, mesmo sendo algo bastante ruim, a ejaculação precoce pode ser tratada muito mais fácil do que as pessoas imaginam.

O grande problema, principalmente, é que grande parte dos homens ainda sente dificuldades de falar sobre o assunto e de procurar uma ajuda logo no começo, seja por vergonha ou por preconceito.

Para uma pessoa enxergar que tem um problema como esse pode ser algo bastante demorado, infelizmente. No entanto, demorar para procurar um médico só faz com que as consequências da ejaculação precoce aumentem.

Às vezes pode ser que um relacionamento acabe ou até mesmo que um homem comece a apresentar sintomas de depressão por conta desse problema.

Dessa forma, nada melhor do que fazer o tratamento logo que os sintomas aparecerem. Por isso é fundamental aprender mais sobre esse assunto. Quer entender melhor como funciona a ejaculação precoce? Então continue acompanhando este conteúdo até o final.

Definindo a ejaculação precoce

Antes de qualquer coisa nada melhor do que definir ao certo o que é a ejaculação precoce, não é mesmo? Esse problema acontece quando um homem chega ao orgasmo logo após o começo da relação sexual ou até mesmo durante as preliminares do sexo.

A grande questão é que a maioria não consegue ter ereção novamente depois que isso acontece.

No entanto, é válido ressaltar que se isso acontecer apenas algumas poucas vezes não é considerado ejaculação precoce. Nesses casos, pode ser que algum fator tenha atrapalhado.

Sendo assim, para saber se você sofre ou não com ejaculação precoce é essencial ficar de olho na frequência com que o problema acontece, certo? Se, por exemplo, em 10 relações sexuais, 5 você ejacular muito rápido, é hora de procurar um médico.

Apesar de não ser uma doença que traz problemas sérios ao corpo, procurar ajuda e evitar problemas psicológicos e problemas no relacionamento é realmente muito importante.

É claro que não existe um tempo ao certo que uma relação sexual deve durar, ou seja, que o homem deve aguentar sem ejacular. Mas, é possível perceber sim quando isso acontece de forma precoce.

Principais causas do problema

Há diferentes fatores que estão relacionados e que podem ajudar na ejaculação precoce. Eles estão divididos em: genéticos, psicológicos e físicos.

Ou seja, na maioria das vezes não existe uma causa específica para o problema de ejaculação precoce e impotência sexual masculina, pode ser que vários fatores estejam interligados para que a ejaculação precoce aconteça.

Na maioria das vezes, pode-se dizer que o problema é originado graças à alguma questão psicológica, ou seja, estresse, ansiedade, entre várias outras.

Além disso, a química do cérebro também pode ser uma das causas, isso porque já é comprovado que aqueles homens que possuem níveis baixos de serotonina no cérebro tendem a levar menos tempo para ejacular.

Sendo assim, é claro que alguns fatores biológicos também podem influenciar na ejaculação precoce, mas os psicológicos são os mais comuns entre a grande maioria dos homens.

Por isso é muito importante ver a frequência do problema antes de qualquer coisa, certo? Além disso, fique atento à ansiedade, visto que ela é uma das principais causas da ejaculação precoce.

Tipos de ejaculação precoce

Geralmente, há três tipos distintos de ejaculação precoce. As características de cada um desses tipos variam de acordo com o tempo de ereção e de ejaculação, causas e frequência desse tipo de situação. Confira a seguir quais são esses tipos:

1. Ejaculação precoce primária

Esse tipo de ejaculação precoce acontece quando uma determinada pessoa não consegue manter a relação sexual por mais de um minuto sem ejacular, isso desde o começo da vida sexual. Em grande parte das vezes esse tipo está diretamente relacionado a problemas biológicos.

2. Ejaculação precoce secundária

Por sua vez, esse outro tipo aparece na vida de um homem que antes conseguia se controlar bem e se torna algo bastante frequente. É um dos tipos mais comuns e também pode estar relacionado a algumas condições biológicas.

No entanto, na maior parte das vezes esse a ejaculação precoce secundária acontece devido a um fator emocional, por exemplo.

3. Ejaculação precoce situacional

Por fim, o último tipo acontece apenas em determinados casos. Por exemplo, pode ser que um homem somente sofra com ejaculação precoce com uma parceira em específico. Ela pode acontecer por qualquer motivo e assim com as outras não é razão para se envergonhar.

Tratamentos para ejaculação precoce

Portanto, fazer o tratamento adequado é essencial para evitar que futuros problemas se desenvolvam graças à ejaculação precoce.

Nunca se esqueça de que um relacionamento pode acabar e uma depressão pode se desenvolver caso esse problema não seja resolvido. Aqui vale ressaltar que o tratamento depende muito de cada caso. Por isso que procurar a ajuda de um profissional faz muita diferença.

O que importa é seguir atentamente tudo o que o médico lhe indicar. E, fique tranquilo: o uso de remédios é feito apenas se nenhuma outra forma de tratamento funcionar, ou seja, é a última opção.

Além disso, peça ajuda da sua parceira ou do seu parceiro para enfrentar essa situação, certo? Nunca tenha vergonha de conversar sobre isso.

Remédios para tratar ejaculação precoce

Existem hoje no mercado brasileiro vários remédios que prometem tratar o problema de ejaculação precoce, mas a maioria das propagandas são enganosas.

Pouquíssimos remédios naturais conseguem combater os problemas de impotência sexual masculina. Alguns remédios para ereção masculina são apenas cápsulas com cafeína.

Abaixo você tem acesso a uma lista dos remédios para impotência que realmente funcionam e podem te ajudar a tratar seu problema. Confira:

 

Produto Avaliação Valor Desconto
Power Blue ⭐⭐⭐⭐⭐
Bull Power ⭐⭐⭐⭐⭐
Xtrasize ⭐⭐⭐⭐
Erectill ⭐⭐⭐

Quando ver um médico?

Como já mencionado antes, é ideal procurar um especialista no assunto logo que o problema começar a te incomodar. O profissional irá te fazer algumas perguntas importantes, portanto não deixe de responder todas da forma correta.

Essa é a hora de ter realmente uma boa conversa sobre esse assunto. Não tenha medo de contar nada!

Conclusão

Sendo assim, infelizmente a ejaculação precoce é um problema que atinge muitos homens atualmente. E o pior de tudo é que eles têm medo e vergonha de falar sobre esse assunto.

Seja diferente e converse! Não importa se for com a pessoa com a qual você se relaciona ou com o especialista no assunto, certo? Fazer isso é uma das principais formas de evitar que o problema gere consequências piores, lembre-se disso.

 

Ejaculação precoce: Tudo o que você precisa saber
5 por 1 de voto[s]

Deixe seu comentário