Metformina – Bula, Benefícios, Para que Serve e Como Tomar

Metformina

Diversos especialistas alegam que o uso de Metformina para pacientes com obesidade é altamente indicado, uma vez que o excesso de peso está relacionado a alguns problemas de rejeição à insulina.

Benefícios

  • Auxilia no emagrecimento, reduzindo o acúmulo de gordura abdominal;
  • Reduz a fome;
  • Previne a diabetes;
  • Diminui os níveis de triglicerídeos, gordura no fígado e ácido úrico.

Para que serve?

O uso do remédio é indicado quando a Testosterona é a causa do excesso de peso e, por conta disso, acaba ocorrendo um aumento da gordura na região abdominal.

Além disso, a Metformina também atua em situações de queda de cabelo, acnes, ovários policísticos e hirsutismo (excesso de pelos).

Sintomas que indicam necessidade do uso de Metformina

  • Sulcos e marcas no pescoço;
  • Presença de sinais avermelhados no corpo;
  • Escurecimento na região do pescoço e axilas (Acantose nigricans);
  • Verrugas na garganta.

Como tomar Metformina

Dada à importância do desjejum para a perda de peso, recomenda-se tomar o medicamento pela manhã.

Geralmente, a Metformina auxilia na diminuição do apetite e, ao fazer uso na hora do jantar, pode tornar mais difícil consumir toda a proteína necessária na refeição.

Em contrapartida, é capaz de acarretar na diminuição da ansiedade no final da tarde ao ser ingerida junto com o café da manhã.

Como tomar Metformina para Emagrecer

Os médicos recomendam uma dose pequena de Metformina (500 mg) no início do uso, pois podem ocorrer efeitos colaterais. Durante os primeiros dias é comum a ocorrência de náuseas e desconforto estomacal. Caso haja persistência dos sintomas, recomenda-se reduzir a dose por alguns dias.

No início do uso, o medicamento auxilia na alimentação saudável, pois reduz o apetite e previne que os alimentos com açúcar engordem.

Conforme salientado anteriormente, o café da manhã é importante no uso da Metformina para perder peso.

Assim, é indicado utilizar o remédio logo após despertar pela manhã. Como a medicação influencia a vontade de comer, ocorre a diminuição da fome e consequente perda de peso.

No mais, é possível reduzir a ansiedade ao longo do dia ao ingerir o remédio pela manhã. Esse processo também ajuda a emagrecer, uma vez que assim é possível prevenir a alimentação compulsiva.

Metformina para Emagrecer

É seguro tomar Metformina durante a gravidez?

Fazer uso da Metformina durante a gravidez pode ajudar na prevenção do aborto, da diabetes gestacional e da pré-eclâmpsia. Além disso, a Metformina também auxilia na prevenção da obesidade do bebê durante seu crescimento.

O uso regular do remédio pode resultar na prevenção do aumento de peso resultante do uso de pílulas contraceptivas.

Qual a melhor substância: Glucophage XR, Glucaminol, Glafornil, Glucofage, Diaformina?

Todas as substâncias possuem o mesmo princípio ativo: Metformina.

Nome Comercial de Metformina por país:

  • Colômbia: Glucophage, Dimefor, Glucaminol, Metformina, Metsulina;
  • Venezuela: Glucofage, Glafornil, Glucaminol, Diaformina;
  • Portugal: Diabex, Diaformin, Fortamet, Glucophage, Glumetza, Meglucon, Riomet;
  • México: Dabex, Dimefor ou Glucophage;
  • Peru: Diabetil, Dimefor, Glucaminol, Glucophage, Metformina;
  • USA: Glucophage, Glucophage XR, Glumetza, Fortamet, Riomet.

Razões para usar Metformina

A Metformina possui benefícios que a tornam uma referência, sendo considerada por muitos médicos como a nova vitamina M. Quando a insulina aumenta todos os órgãos do corpo são afetados.

Isso acontece porque a insulina controla a energia do corpo humano.

Algumas pessoas têm dificuldade de metabolizar energia e precisam de mais insulina para compensar essa resistência. Levando isso em consideração, a Metformina permite recuperar a sensibilidade à insulina.

Gordura no fígado e triglicerídeos

A humanidade tem consumido níveis cada vez maiores de açúcar. Os níveis altos de açúcar não podem ser transportados pelo sangue. Sendo assim, o fígado cria meios para poder distribuir a glicose para todo o corpo. Esse transporte é realizado pelos triglicerídeos.

Quando se faz uso da Metformina, o açúcar circula mais facilmente através dos músculos, fazendo com que o fígado não produza tantos triglicerídeos, acumule menores taxas de gordura, resultando na prevenção da diabetes.

Testosterona alta

A gordura umbilical não deve ser o único fator a ser analisado quando o assunto é processamento de insulina. A insulina aumenta a Testosterona, o favorece o aparecimento de características masculinas, como alopecia (queda de cabelo), acúmulo de gordura no abdômen, espinhas e excesso de pelos.

Algumas vezes, a insulina interfere de tal modo na produção da Testosterona, que impacta  na ovulação, facilitando a ocorrência de doenças como ovários policísticos e até mesmo problemas de fertilidade.

A Metformina pode auxiliar nesses sintomas, sendo recomendado seu uso desde 8 anos nas meninas que comem muitos doces, visando retardar os efeitos da puberdade e de permitir que elas cresçam de forma saudável.

Mal de Alzheimer

A insulina abre a porta para que cada órgão do corpo receba energia. Quando há mau funcionamento desse sistema de abertura, ocorrem dores nas costas e cansaço.

Entretanto, em determinados casos, é possível que o funcionamento neurológico seja afetado, resultando em problemas de amnésia (perda de memória). Caso esse distúrbio permaneça ativo por mais de 30 anos ininterruptos, há chances de desenvolvimento de doença de Alzheimer.

A Metformina, portanto, ajuda na recuperação e no aumento da sensibilidade à insulina para prevenir o mal de Alzheimer.

Apneia do sono

Roncar pode estar associado diretamente à gordura visceral. Os pacientes que roncam podem não apresentar aumento de tecido adiposo, porém, graças à insulina, têm mais gordura visceral (gordura localizada dentro do abdômen e no pescoço).

Isso pode aumentar a pressão na traqueia e resultar no ato de roncar.

A perda de peso é auxiliada pelo sono correto. Além disso, pessoas próximas ao paciente que tem o hábito crônico de roncar, na maioria das vezes, também ganham peso, uma vez que têm dificuldades de conseguir dormir profundamente.

Na maioria das vezes, essa situação só é alterada com o tratamento para a apneia do sono. Assim, ambos perdem peso.

Doenças da Melhor Idade e Câncer

A insulina promove o desenvolvimento das células, além de determinar o destino do açúcar. No momento em que aumenta o uso da insulina, tudo começa a se multiplicar.

É possível a ocorrência de manchas escuras e verrugas em regiões de atrito (pescoço e axilas, por exemplo). Em grande parte dos casos elas não representam ameaça, contudo servem para alertar para o aumento gradual da insulina no organismo.

No entanto, quando o processo de desenvolvimento continua ao longo de 30 anos ou mais, pode ocorrer multiplicação defeituosa das células.

Isso pode fazer com que haja incidência de elementos cancerosos, gerando desenvolvimento de doenças como câncer de mama, próstata e cólon.

Metformina – Bula, Benefícios, Para que Serve e Como Tomar
5 por 1 de voto[s]

Deixe seu comentário