Disfunção Erétil: Melhores Remédios e Tratamentos Naturais


Tratamentos para Disfunção Erétil

A disfunção erétil é um problema que afeta vários homens, essa condição não permite que o homem mantenha uma ereção o suficiente firme para manter uma agradável relação sexual.

Infelizmente este problema tem ficado cada dia mais comum e geralmente os homens são atingidos em algum momento de suas vidas.

Em alguns casos apenas o uso de medicamentos pode combater esse problema, por isso se você está buscando por maneiras de tratar a disfunção erétil, veja este post até o final que iremos listar alguns remédios, bem como as orientações da bula e os possíveis efeitos colaterais.

Existem vários tipos de remédios usados para tratar a disfunção erétil, embora cada um tenha suas funcionalidades especificas, todos possuem como principal função o melhor desempenho do ato sexual por meio de um estímulo do fluxo sanguíneo na região.

No caso de o indivíduo sofrer de outras patologias, o uso de drogas para disfunção erétil nem sempre será tão indicado e nem seguro. Um grande exemplo são os problemas cardíacos, pois se o seu coração está com algum problema, talvez ele pode não ser mais tão saudável para o ato sexual.

O mais importante é sempre manter o seu médico bem informado a respeito de todos os remédios que você toma, muitas vezes uma disfunção erétil acaba ocorrendo devido ao uso de certas medicações ou problemas diversos de saúde.


Conheça o Viagra Natural mais vendido do mundo

O Bull Power acaba de chegar ao Brasil, um medicamento que já é sucesso no resto do mundo.

 

Bull Power Site Oficial


Lista de Medicamentos para Disfunção Erétil

Confira a seguir a lista de remédios para disfunção erétil. Os medicamentos que você verá a seguir são os mais indicados para homens que sofrem com problemas de disfunção, impotência e ejaculação precoce. Confira:

Alprostadil

Este medicamento é conhecido por combater a disfunção erétil, geralmente disponível em solução injetável.

A aplicação da Alprostadil é simples, basta injetá-lo diretamente no pênis minutos antes do ato sexual. O ideal é que seu uso não ultrapasse três vezes em uma única semana.

Alguns efeitos colaterais que podem ser comuns no uso do Alprostadil é a irritação na região da aplicação, bem como a vermelhidão no local.

Avanafil

Diferente do Alprostadil o Avanafil é mais comum por ser um remédio via oral e tem também como principal função combater a disfunção erétil. O indicado é que se tome 15 minutos antes da relação. É importante que o mesmo não seja tomado mais de 1 vez por dia.

Outra recomendação de extrema importância é que não se use nitratos enquanto estiver usando o Avanafil, pois isso pode afetar diretamente sua pressão arterial e levar até mesmo a morte.

De qualquer forma os efeitos colaterais mais comuns deste medicamento são:

  • Pressão baixa
  • Dores de cabeça
  • Vermelhidão e rosto muito quente
  • Alterações no sistema auditivo (ouvir zumbidos ou coisas do tipo)
  • Alterações na visão (Enxergar mudanças nas formas, ver as coisas embaçadas)

Citrato de Sildenafila

Citrato de Sildenafila

O famoso Viagra é disponibilizado em comprimidos e assim como o Avanafil também deve ser tomado somente 1 vez ao dia. O Citrato de Sildenafila funciona e deve ser ingerido ao menos 1 hora antes do ato sexual.

Apesar de famoso o Citrato de Sildenafila também não está isento de possíveis efeitos colaterais, confira:

  • Dores Estomacais
  • Dores de Cabeça
  • Alterações na Visão
  • E Abate

Tadalafina

O Tadalafina ou o Cialis também é um remédio oral e sua principal função é aumentar o fluxo sanguíneo pelo corpo inteiro. Pode ser ingerido por aproximadamente Meia Hora antes da Relação Sexual, o diferencial do Cialis é que seu princípio ativo pode durar até 36horas.

Os possíveis efeitos colaterais deste medicamento são:

  • Náuseas
  • Dores estomacais
  • Abate
  • Dores de Cabeça
  • Alteração na Visão

Testosterona

A testosterona na verdade é um hormônio sexual exclusivo dos homens. Os níveis de testosterona naturalmente tendem a cair com o passar do tempo e isso acaba resultando em problemas como a própria impotência sexual, falta de desejo por sexo, cansaço, ganho de peso e diminuição dos espermatozoides.

Por conta disso muitas vezes os médicos receitam a Testosterona para combater a Disfunção erétil, porém esse hormônio não é isento de riscos.

O uso de Testosterona pode acarretar em um Acidente Vascular Cerebral ou até mesmo um Ataque Cardíaco, justamente por isso a FDA recomenda que apenas homens com níveis de testosterona muito baixo devido a certos problemas de saúde tomem a Testosterona.

De qualquer modo, cabe ao seu médico analisar seus exames e determinar se o tratamento deve ser feito ou não a base de Testosterona. Os níveis de Testosterona devem sempre ser medidos durante o tratamento, se ficarem altos demais, o médico poderá interromper o tratamento.

Alguns efeitos colaterais que são comuns da testosterona:

  • Inchaço devido a retenção de líquido
  • Aumento de acne
  • Mau humor frequente
  • Mamas e/ou próstatas em crescimento
  • Apneia do sono

Existem várias formas que a testosterona é disponibilizada, inclusive em genéricos, por isso consulte seu farmacêutico.

Vardenafil

Também muito usado no combate da disfunção erétil o Vardenafil (por vezes também chamado de Staxyn ou Levitra) também é um remédio via oral e assim como boa parte dos medicamentos para disfunção erétil também é recomendado que se tome 1 hora antes da relação sexual e apenas uma vez ao dia.

Os efeitos colaterais do Vardenafil comuns que podem surgir de seu uso são:

  • Tonturas
  • Náuseas
  •  Dores de Cabeça

Conheça um tratamento natural para a Impotência Sexual

Hoje no mercado existem várias alternativas de Suplementos Naturais e Vitaminas que prometem eliminar o problema da disfunção erétil, no entanto nem todos são seguros e além de não funcionarem bem podem ainda ser um risco para sua saúde.

Antes de continuar é preciso deixar claro que nem todos os homens que possuam um problema de disfunção erétil precisarão tomar medicações, o mais indicado sempre é procurar uma orientação médica antes de comprar qualquer remédio para esses fins.

Além disso o problema de disfunção erétil muitas vezes pode estar atrelado a outros problemas de saúde como: pressão arterial alta, estresse, diabetes ou outro. Deste modo muitas vezes basta o tratamento adequado desses problemas para se resolver também a impotência sexual.

A falta de ereção ou dificuldade também pode estar atrelada a outros medicamentos que o indivíduo possa estar tomando para os devidos problemas:

  • Convulsão
  • Doença cardíaca
  • Pressão alta
  • Depressão
  • E até Câncer

Como sempre é recomendado o importante é manter o seu médico totalmente informado sobre qualquer medicação que você esteja tomando, somente assim ele poderá fazer as devidas alterações nessas medicações e te ajudar a ter uma ereção sem problemas.

Disfunção Erétil: Melhores Remédios e Tratamentos Naturais
5 por 3 de voto[s]

Deixe seu comentário